Piauí

Wellington Dias viaja para SP buscando reabrir fábrica da Itapissuma

O prazo solicitado pela direção da Itapissuma para anunciar uma decisão definitiva para o futuro da fábrica encerrou nesse sábado (30). Segundo o governador, não é possível adiamento.
ISABELA DE MENESES
02/10/2017 09h19 - atualizado

Nesta terça-feira (03), o governador Wellington Dias viaja para São Paulo, buscando conseguir a reabertura da fábrica de cimento Itapissuma, localizada no município de Fronteiras, a 406 quilômetros de Teresina.

A fábrica fechou em março deste ano e 500 funcionários ficaram desempregados. O Grupo João Santos, proprietário da fábrica, apenas informou que o fim das atividades foi motivado pela crise econômica instalada no Brasil, que havia provocado queda de 80% nas vendas.

Durante uma audiência na última sexta-feira (29), a prefeita da cidade, Maria José Ayres de Sousa, relatou ao governador Wellington Dias a complicada situação que as famílias de fronteiras estão passando desde a demissão coletiva.

  • Foto: CCOMWellington DiasWellington Dias

O prazo solicitado pela direção da Itapissuma para anunciar uma decisão definitiva para o futuro da fábrica encerrou nesse sábado (30). Segundo o governador, não é possível adiamento.

“Há uma proposta de grupos empresariais que se propõem a comprar a empresa; grupos do Piauí, da área da construção civil, que se propõem a arrendá-la; além de uma proposta da própria empresa de, com recursos próprios, apresentar uma solução de retorno às atividades”, revelou Wellington Dias.

Em diálogo com Fernando Santos, um dos herdeiros da empresa, Wellington Dias acertou uma reunião com executivos do Grupo João Santos, na cidade de São Paulo, onde buscará uma definição para o caso.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web