Piauí

Wellington recebe visita de embaixadores da União Europeia

A visita que aconteceu nesta terça-feira (27) buscou apresentar novas potencialidades internacionais do Piauí.
VITOR FERNANDES
27/06/2017 18h28 - atualizado

O Piauí poderá ter novas oportunidades de cooperação com a União Europeia (UE). O governador Wellington Dias recebeu nesta terça (27), a delegação de vice-embaixadores da UE e de seus Estados Membros, e buscam ampliar intercâmbios de informações sobre possíveis áreas de interesse comum.

  • Foto: João AlbertWellington Dias recebe visita de embaixadores da União Europeia e busca acordo para o estado.Wellington Dias recebe visita de embaixadores da União Europeia e busca acordo para o estado.

Wellington comentou sobre a visita. "De acordo com o governo do Estado, a visita da delegação europeia ainda representa o potencial do Piauí e o interesse do Estado em estreitar relações na área da educação, da cultura, da pesquisa e do turismo".

O governador disse que o objetivo dessa integração é ampliar o desenvolvimento, gerar emprego e renda. Ele comentou que vários parceiros que estiveram no Piauí já são parceiros do Brasil e do estado e que está trabalhando para aumentar as parcerias.

Participaram da visita a vice embaixadora da União Europeia, Claudia Gintersdorfer; acompanhada do Chefe do Setor de Cooperação, o Embaixador da Irlanda, a Embaixatriz da República Tcheca e os vice Embaixadores da Alemanha, da Bélgica, da França, de Portugal e do Reino Unido.

A ministra Cláudia Gintersdorfer, que está com sua comitiva no Piauí há uma semana, elogiou as instalações do Parque Nacional Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, em que visitou. “É um lugar muito especial, um patrimônio mundial, da humanidade. Para nós, o próximo ano é o ano europeu do patrimônio cultural e estamos nos preparando com a visita à Serra da Capivara. Aqui em Teresina estivemos em um encontro hoje pela manhã com a prefeitura e agora com o Governo do Estado. Vimos apresentações muito interessantes, que representam a cultura de Teresina como a do Piauí”.

O grupo europeu busca parcerias no âmbito da urbanização sustentável, também para a proteção ambiental da Serra da Capivara e busca de desenvolver projetos em cidades piauienses, como em Teresina interligando-a a uma rede ações que visam criar “cidades inteligentes”.

Outro porto de intercâmbio é voltado para a pesquisa acadêmica com foco nos jovens estudantes, criando cooperação, mobilidade acadêmica e programas de pesquisa na União Europeia.

O Piauí já conta com importantes investimentos europeus no setor de energias renováveis.

Mais conteúdo sobre: