Coluna do Viagora

Coluna do Viagora

Contato: (86) 3232-4940 - E-mail: [email protected]

Ministro Fachin homologa acordo de delação de Sérgio Cabral

06/02/2020 14h02 - atualizado

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, homologou acordo de delação premiada do ex-governador Sérgio Cabral. A decisão do ministro foi tomada nesta quarta-feira (5) e o caso será remetido para o Ministério Público Federal. As informações são do Antagonista.

  • Foto: Agência BrasilSérgio Cabral é condenado a 14 anos e 2 meses de prisãoSérgio Cabral 

Preso desde outubro de 2016, o ex-governador do Rio assinou acordo de delação premiada com a Polícia Federal. O emedebista já soma mais de 280 anos de prisão em penas, principalmente nos processos da Lava Jato do Rio. Os depoimentos devem permanecer em sigilo.

A partir da validação do acordo, a Procuradoria-Geral da República deve analisar quais frentes de investigações vão ser traçadas a partir dos depoimentos do ex-governador.

No acordo, Cabral teria se comprometido a devolver R$ 380 milhões em propinas recebidas no período em que comandou o governo do Rio.

Mais na Web