Coluna do Viagora

Coluna do Viagora

Contato: (86) 3232-4940 - E-mail: redacao@viagora.com.br

Nilson Pereira revela voto em votação secreta em Avelino Lopes

13/05/2019 11h20 - atualizado

Na noite de sexta-feira (10), a Câmara Municipal de Avelino Lopes reuniu-se de forma extraordinária para votação das contas do Prefeito Dióstenes Jóse Alves, da primeira dama: Olga Piaulino (secretária de Saúde) e Luan Dias Próspero (Secretaria de Educação), referente ao ano de 2015.

O caso já havia sido apreciado pelo TCE-PI que julgou irregulares as contas do Fundeb, Saúde e FPM.

Pela Lei Orgânica, a votação de contas do gestor municipal, deve ser feita de forma secreta.

  • Foto: Divulgaçãocédula de votaçãocédula de votação

Na votação, o prefeito precisava da maioria qualificada dos vereadores, no caso 2/3 para aprovação.

No entanto, durante a votação secreta, o vereador Nilson Pereira teria nominado seu voto o que poderia causar a anulação, deixando o placar 5 votos a favor, 3 votos contra e 1 voto nulo.

Informações dão conta que mesmo sabendo do voto nominado, o presidente interino da Câmara, Thelis Santos considerou 6 votos a favor das contas o que estaria ferindo a lei orgânica do munícipio.

Outro lado

A coluna procurou o vereador Nilson Pereira, mas ele informou que não iria se manifestar sobre o caso.

O presidente interino da Câmara Thelis Santos falou sobre o assunto à coluna.

"Nós aqui temos nosso regimento, lá na sessão todos os vereadores votaram e o nosso regimento não fala de anulação, a não ser que os quadradinhos aprovam contas e reprova contas tivesse rasurado. Ele votou normal e s destacou com o nome, que até poderia ser alguém querendo bagunçar. Eu não sei, mas no nosso regimento não fala diretamente como cancelar, por isso eu deixei seguir, porque o plenário é soberano eu não posso interferir no que os nossos colegas votaram ou deixam de fazer, agora se tiver qualquer coisa errada, quem tiver sendo lesado, porque isso é uma aprovação de contas, mas quem quiser impetrar com qualquer coisa que faça. A manifestação de voto dele que nós temos, uma urna que foi colocada o voto é valido, Sim ou Não", explicou o vereador.

Mais na Web