Genevaldo Silva

Genevaldo Silva

Opinião & Política - Contato (86) 99839-8180 / 99423-5410 - E-mail: genevaldosh1@gmail.com

Promotor investiga convênios celebrados entre SESAPI e FUNDELTA

18/06/2018 07h55 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí instaurou um procedimento para investigar denúncia publicada no Viagora onde foi divulgado irregularidades em convênios firmados entre a secretaria estadual de Saúde e a Fundação Delta do Parnaíba (FUNDELTA).

O promotor Edilsom Pereira de Farias, da 34ª Promotoria de Justiça, recebeu a denúncia e abriu uma notícia de fato no dia 24 de maio para averiguar sobre as irregularidades constatadas pelo TCE nos convênios entre a SESAPI e a FUNDELTA.

  • Foto: James Almeida.Ex-secretário de Saúde do Piauí, Francisco Costa.Ex-secretário de Saúde do Piauí, Francisco Costa.

Técnicos da Divisão de Fiscalização da Administração Estadual (DFAE) do Tribunal de Contas do Estado (TCE) identificaram graves irregularidades em convênios celebrados entre a SESAPI e a FUNDELTA. O relatório foi elaborado em 2017.

Em 2016 a SESAPI, administrada à época pelo secretário Francisco de Assis de Oliveira Costa, empenhou o valor de R$ 2.815.998,00 para a FUNDELTA. Desse total, foram pagos para a entidade R$ 2.510.000,00.

Mais na Web