Coluna do Viagora

Coluna do Viagora

Contato: (86) 3232-4940 - E-mail: redacao@viagora.com.br

"Seria o cabo Mota mais um Queiroz no Piauí?", diz Silas Freire

20/03/2019 13h30 - atualizado

Está circulando nas redes sociais um áudio do ex-deputado e apresentador Silas Freire, onde o jornalista questiona o poder aquisitivo do cabo Mota da Polícia Militar do Piauí e o compara ao ex-PM e assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz que chegou a ser investigado por movimentações financeiras consideradas atípicas, segundo o Coaf.

No áudio Silas relata: “Ele tem um personagem de durão, de falastrão nas redes sociais para uma candidatura a vereador e ontem ele divulgou um vídeo dizendo que estava fazendo o reboco da casa dele, mas o marketing dele pecou, porque ele estava fazendo reboco, mas na garagem da casa dele tinha dois possantes carros, incompatíveis com a renda de um cabo da PM, inclusive uma caminhonete, aí eu botei na minha coluna, rapaz ele é pedreiro, (mas os carros podem não ser dele), mas seria o cabo Mota mais um Queiroz aqui no Piauí? Pode ser, o homem estava rebocando na casa dele e uma caminhonete e um carro de passeio estava descansando na sua garagem. A gente sabe quanto os nossos cabos, PMs trabalham, muitos deles fazem até bico porque o soldo é muito pouco”, afirmou o ex-parlamentar.

  • Foto: Agência CâmaraDeputado Federal Silas Freire (Podemos-PI)Deputado Federal Silas Freire (Podemos-PI)

No aúdio o jornalista insiste na comparação ao caso Queiroz e questiona: “Mas pode ser que o cabo Mota tenha um segredo né, ou ele ou Queiroz que também era militar e diz que tinha muito dinheiro e a história do Queiroz também era com carro né, pode ser que o cabo Mota seja o cabo Queiroz do Piauí”.

Confira o aúdio:

Outro lado

A coluna procurou o Cabo Mota para falar sobre o assunto. O policial disse que os seus bens, ele adquiriu a partir do seu salário e o da esposa, economizando e investindo.

  • Foto: GP1Cabo MotaCabo Mota

“ O que eu tenho é fruto do meu salário com o da minha esposa, que eu consigo multiplicar, economizando e fazendo investimentos, pagando consórcios. Do Lixeiro, do catador de rua ao servidor público, tem capacidade de ter um veículo, mesmo com pouco dinheiro que ganha, fazendo uma economia diária. Durante os meus 27 anos de Polícia Militar o que eu mais faço e sei fazer é prender bandidos e botar eles na cadeia. A minha esposa é enfermeira formada, a minha sogra trabalha e está aposentada também. Eu faço economia do dinheiro que eu ganho e também sou pedreiro. O pouco com Deus é muito e o muito sem Deus é nada", disse cabo Mota.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web