Coluna do Viagora

Coluna do Viagora

Contato: (86) 3232-4940 - E-mail: [email protected]

Sócia da empresa Fermaq investigada pela PF é dentista da FMS

02/09/2020 14h43 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira, 2 de setembro, a Polícia Federal deflagrou  a Operação Caligo, que investiga contratos firmados entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina e as empresas Fermaq e Distrimed.

A superintendente regional da Polícia Federal, Mariana Paranhos Calderon, a investigação visa identificar o superfaturamento em processos de dispensa de licitação para compra de equipamentos para enfrentamento da Covid-19.

  • Foto: DivulgaçãoServidora investigadaServidora investigada

O superintendente da Controladoria Geral da União (CGU), Glauco Soares Ferreira, informou em entrevista coletiva que uma servidora da FMS é uma das sócias da empresa Fermaq.

Durante coletiva, a PF informou que foram encontradas ainda alterações na especificação dos produtos e na margem de lucros das empresas envolvidas, em que entre março e julho deste ano foram empenhados cerca de R$ 17,427 milhões e o percentual de lucro chegou até a 419%.

A servidora em questão vem a ser a odontóloga Annelis Sobral da Costa Batista Sampaio, que é sócia-administradora da Fermaq – Comércio de Ferramenta e Material de Segurança Ltda. A empresa teria sido fundada no ano de 2007 e tem endereço na Avenida Miguel Rosa, região Centro-Sul da capital.

Mais na Web