Polícia

Acusado de matar a mãe no Lourival Parente vira réu na Justiça

A decisão foi dada pela juíza Maria Zilnar Coutinho Leal no último dia 27 de julho após receber denúncia do MPPI.
10/08/2021 09h20

No último dia 27 de julho, a juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), recebeu denúncia do Ministério Público do Piauí (MPPI) contra Willame José da Silva, acusado de matar a própria mãe com pedradas na cabeça, no bairro Lourival Parente, zona Sul da capital.

Conforme a denúncia formulada pelo promotor de Justiça Regis de Moraes Marinho, o crime de feminicído ocorreu por discussões acerca do imóvel onde residia com sua mãe.

“Apurada a motivação do feminicídio, conclui-se que a conduta criminosa do acusado originou-se das constantes discussões acerca da chave do imóvel onde residia com a vítima, uma vez que, em não havendo cópia daquelas, o acusado manifestava o interesse em ficar com a posse da referida chave, pretensão essa resistida pela vítima”, destacou o promotor na denúncia.

Ainda no documento, foi pontuado que o crime foi realizado por futilidade e os indícios comprovam isso pela crueldade, pois a vítima foi espancada, sofrendo politraumatismo, o que lhe causou fraturas no fêmur direito e no esquerdo, como também uma fratura de 30 cm em seu crânio.

Com a denúncia recebida, a magistrada Maria Zilnar citou o acusado a responder à acusação, por escrito, em dez dias, conforme o art. 406, do Código de Processo Penal.

Mais na Web