Polícia

Advogado é preso durante operação da Polícia Civil em Teresina

O advogado foi preso durante a Operação Inventário deflagrada na manhã desta quarta-feira (26).
26/05/2021 12h17 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira (26), um advogado foi preso durante a Operação Inventário, deflagrada pela Polícia Civil em parceria com a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (DINTE/SSP).

De acordo com a Polícia Civil, o advogado identificado como Elano, que também é proprietário do escritório Lima & Mendes Advocacia, foi preso em um motel durante a ação, suspeito de estelionato.

Segundo a polícia, a esposa de Elano identificada como Liana que também é advogada foi detida na residência do casal. No local a polícia apreendeu uma pistola Glock G19 calibre 9mm e cerca de R$ 30 mil em dinheiro.

Outros três advogados também foram alvos da Operação Inventário no Piauí, deflagrada pela Polícia Civil. A operação teve como objetivo o cumprimento de 11 mandados de prisão, oito mandados busca e apreensão e bloqueio judicial de bens.

O presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas, Marcus Nogueira, questionou que a OAB deveria ter sido comunicada previamente a respeito dos mandados de prisão contra os advogados. O advogado garantiu que vai acionar a Justiça para questionar a legalidade das prisões.

Em vídeo o delegado Matheus Zanatta explicou que além do Piauí foram cumpridos mandados no Paraná, São Paulo, e em Pernambuco e que durante a investigação foi verificado outros processos fraudulentos da mesma versão criminosa no estado do Maranhão.

"Durante a investigação, nós verificamos outros processos fraudulentos da mesma versão criminosa no estado do Maranhão e também em outras comarcas aqui do Piauí. Essa versão criminosa conseguiu faturar o total de R$ 2 milhões e com esse dinheiro ilícito era feito as lavagens, fazendo investimentos em casas de luxo, carros de luxo e também pessoas jurídicas. Tivemos a prisão de quatro advogados, três no estado do Piauí e um no Paraná, tivemos duas prisões em São Paulo e uma em Pernambuco", disse.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web