Piauí

Agespisa lança programa de afastamento incentivado para servidores

Segundo o órgão, os interessados terão prazo de vinte dias para analisar a proposta e, se desejarem, fazer a adesão. A iniciativa partiu de uma reivindicação da própria categoria.
09/11/2021 12h57 - atualizado

Nesta quarta-feira (10), a  Agespisa lança um plano incentivado para afastamento de servidores do quadro efetivo que tenham idade igual ou superior a 73 anos.

Segundo o órgão, os interessados terão prazo de vinte dias para analisar a proposta e, se desejam, fazer a adesão. A iniciativa partiu de uma reivindicação da própria categoria.

  • Foto: Divulgação/AgespisaAgespisa.Agespisa.

O Programa de Afastamento Incentivado (PAI) conta com apoio do Governo do Estado, que assegurou os recursos necessários para custear a medida. Para o servidor que aderir à proposta, o incentivo é de seis remunerações, conforme estabelecido na resolução, acrescidas dos direitos indenizatórios de caráter trabalhista cabíveis na rescisão “sem justa causa”, calculados com base no valor da remuneração atual.

A proposta já foi publicada no Diário Oficial do Estado e as adesões poderão ser feitas a partir da próxima quarta-feira, dia 10, em formulário próprio disponível na Superintendência de Gestão de Pessoas. Solicitada a adesão, a Agespisa faz a análise para depois, em consonância com os interessados, procederem a assinatura do termo.

“O nosso objetivo com esta resolução de diretoria é atender uma série de pedidos que a gente tem recebido e dar uma oportunidade para que colegas nossos de trabalho que já tem interesse em deixar a empresa possam fazê-lo com um incentivo extra”, declarou o presidente da Agespisa, Genival Sales.

O plano inclui o pessoal com mais de 75 anos que poderia ser alcançado pelo afastamento compulsório. “Levamos a proposta ao governador Wellington Dias que, prontamente concordou em nos ajudar com essa iniciativa”, explicou o presidente da Agespisa.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web