Piauí

Após aumento da frota, teresinenses relatam demora nas paradas de ônibus

A Strans informou que nesta segunda-feira (18) os ônibus iriam circular com 100% da ordem de serviço prevista de aproximadamente 200 veículos.
18/10/2021 12h35 - atualizado

Movimentação do transporte Público

Usuários do transporte público de Teresina voltaram a reclamar da espera prolongada nas paradas de ônibus nesta segunda-feira (18), mesmo após a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito do Piauí (Strans) informar que os  coletivos iriam circular  com 100% da ordem de serviço prevista de aproximadamente 200 veículos.

João Gabriel, estudante da Universidade Federal do Piauí (UFPI), que realiza o mesmo trajeto duas vezes por semana, disse ao Viagoraque desde o começou a crise no transporte coletivo, a linha que costuma se locomover não está apresentando nenhuma melhora.

‘’Das últimas vezes que eu peguei estava bastante demorado e, por consequência, eu me atrasava para qualquer compromisso que eu tivesse. Estou esperando para ver se hoje vai dar certo, pois eu não posso me atrasar. Me disseram que aumentou o fluxo, mas ainda demora bastante’’, explica o estudante.

A aposentada Maria de Sousa, relatou que na parte da manhã costuma esperar cerca de 1h30 para retornar a sua residência, localizado no bairro Três Andares. ‘’Estou esperando ônibus há 1h. Não mudou nada desde o começo da greve. O bairro que moro é aqui perto do Ginásio Albertão, mas não passou nenhum’’.

Isabel Ferreira, aposentada, afirma que faz uso do transporte público todos os dias, pois realiza atividades nas proximidades do Centro da capital, ela comenta que não acredita que a frota de ônibus esteja circulando em sua totalidade. ‘’Estou aqui desde às 8:30. Na minha linha para o meu bairro só existe um ônibus. Desde o começo desse problema é essa demora’’, disse.

Durante reunião realizada na última sexta-feira (15), com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário (Sintetro) ficou pontuado um acordo para a suspensão da paralisação na capital que aconteceria hoje.

Mais na Web