Polícia

Após operação da Polícia Federal, servidor do TJ-PI é exonerado

Em nota, a assessoria do TJ-PI informou que estará à disposição da Polícia Federal para auxiliar nas investigações.
16/12/2020 12h40 - atualizado

O Tribunal de Justiça do Piauí exonerou o servidor da instituição, Yuri Alisson Cavalcante Ribeiro, alvo da Operação Acesso Negado II – Epifania, deflagrada na manhã desta quarta-feira (16) pela Polícia Federal. Yuri era assessor do magistrado da Comarca de Matias Olímpio.

Em nota, a assessoria do TJ-PI informou que estará à disposição da Polícia Federal para auxiliar nas investigações e reafirmou seu posicionamento “contrário a toda e qualquer prática ilegal”.

  • Foto: Divulgação/TJ-PITribunal de Justiça exonera servidor investigado pela Polícia FederalTribunal de Justiça exonera servidor investigado pela Polícia Federal

Confira a nota na íntegra

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins,

Ao tomar conhecimento da operação “Acesso Negado II”, deflagrada pela Polícia Federal na manhã de hoje (16) e amplamente divulgada na imprensa local, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí determinou a imediata exoneração do servidor citado na operação. Trata-se de servidor que ocupava cargo em comissão na comarca de Matias Olímpio.

Por fim, o TJ-PI ressalta que estará à disposição das autoridades policiais, caso solicitado, para auxiliar nas investigações e reafirma seu posicionamento contrário a toda e qualquer prática ilegal.

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.

Mais na Web