Piauí

Aprosoja e Interpi realizam vistorias em áreas do Cerrado do Piauí

A fiscalização tem como objetivo verificar se o produtor está de fato no local, se a área é produtiva, se o proprietário está respeitando a legislação ambiental, entre outros fatores.
08/01/2021 10h24 - atualizado

A Associação de Produtores de Soja do Estado do Piauí (Aprosoja-PI) informou que em parceria com o Instituto de Terras do Piauí (Interpi), vem contribuindo para a regularização fundiária na região do Cerrado do estado.

A parceria entre a Aprosoja-PI e o Interpi tem sido de grande importância para resolver problemas de regularização da área por meio de vistorias de campo, conforme o Governo do Piauí. No professo de fiscalização, são verificados in loco nas fazendas todos os requisitos que são exigidos na lei de regularização do Piauí.

Durante a fiscalização, é verificado se o produtor está de fato no local, se a área é produtiva, se o proprietário está respeitando a legislação ambiental, entre outros fatores para que a legislação seja aplicada de forma efetiva e célere.

  • Foto: DivulgaçãoAprosoja e Interpi realizam vistorias em áreas do Cerrado do PiauíAprosoja e Interpi realizam vistorias em áreas do Cerrado do Piauí

Segundo o diretor executivo da Associação, Rafael Maschio, alguns técnicos da Aposoja Piauí já acompanharam os técnicos do Interpi por mais de quatro mil quilômetros de áreas de fazendas em regiões como Serra do Quilombo, Nova Santa Rosa/Uruçuí, Sebastião Leal, Serra da Fortaleza e outras áreas produtoras na região.

“Este suporte técnico que a Aprosoja-PI está dando ao Instituto é fruto da interação da Associação com o Interpi e outros órgãos, inclusive na construção da legislação vigente, de forma que os produtores de boa-fé sejam atendidos, na forma da lei, o mais rápido possível”, explica diretor executivo da Aprosoja-PI.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web