Política

“Atual gestão tá devendo muito”, diz Luciano Nunes sobre Teresina

O ex-deputado disse que esse é o momento da atual administração cumprir com as promessas que fez perante a população.
18/05/2021 11h37 - atualizado

Nessa segunda-feira (17), o ex-deputado e presidente estadual do PSDB, Luciano Nunes falou ao Viagora sobre os primeiros meses da gestão de Dr. Pessoa (MDB) à frente da prefeitura de Teresina.

De acordo com ele, a administração da atual gestão está muito mais preocupada em descontruir o que o PSDB realizou, do que a construir algo.

“O prefeito já teve o seu tempo para montar a sua equipe, para fazer o desenho da nova estrutura administrativa já fez as reformas administrativa para dar a sua cara a gestão, mas até agora o que a gente tem visto é uma preocupação muito maior em destruir ou descontruir a administração do PSDB, do que de construir algo para cidade de Teresina. De uma forma mais sucinta, eu acho que a gestão atual ainda tá devendo muito e tá muito mais preocupada em descontruir o que o PSDB realizou, do que em construir alguma coisa”, enfatizou.

  • Foto: Laís Vitória/ViagoraLuciano NunesLuciano Nunes

Transporte Coletivo

Luciano destaca que esse é o momento da gestão atual cumprir com as promessas que fez perante a população e dentre vários problemas dar uma solução para o transporte coletivo da capital.

“E nós destacamos o caos do transporte coletivo, nós vivemos em um impasse onde o próprio prefeito garantiu que em 60 dias resolvia o problema e nós já estamos com quase 5 meses de administração e nós não temos sequer um caminho, e sobretudo a população mais carente que depende do transporte coletivo tá pagando esse preço”, frisou.

O ex-deputado ressaltou que o seu papel dentro do PSDB, é reivindicar melhores ações da gestão e que, sem dúvidas, uma delas é a restruturação do transporte coletivo: “É hora da administração atual mostrar pra o que veio. A população espera e nós do PSDB vamos cobrar essas ações que possam melhorar a vida dos teresinenses e o primeiro passo, sem dúvidas nenhuma, é o caminho pra restruturação do transporte coletivo na nossa capital”, finalizou.

Mais na Web