Coronavírus no Piauí

Audiência na Câmara de Teresina discute situação da Covid-19

Segundo Dr. Gilberto Albuquerque, presidente da FMS, o momento é de alerta pois faltam leitos, profissionais e insumos, para tratamento da doença.
25/02/2021 14h28 - atualizado

Uma audiência pública foi realizada, na manhã desta quinta-feira (25), na Câmara Municipal de Teresina com a presença do presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Dr. Gilberto Albuquerque.

O objetivo da audiência foi para o tratamento da situação do coronavírus no Piauí e na estrutura hospitalar de Teresina.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraCâmara Municipal de TeresinaCâmara Municipal de Teresina

Segundo Dr. Gilberto, durante a apresentação da atual situação, o momento é de alerta pois faltam leitos, profissionais e insumos, para o tratamento da doença.

“A Câmara Municipal é a casa dos representantes do povo, eles precisam saber o que está acontecendo e esse é o objetivo dessa audiência, esclarecer a real situação de Teresina para trilharmos o melhor caminho. O momento é de recuar para que possamos evitar o pior” explicou.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraCâmara Municipal de TeresinaDr. Gilberto durante audiência pública na Câmara.

O vereador Dudu, que presidiu a audiência, colocou a Câmara dos Vereadores à disposição da FMS para auxiliar no que for necessário. O parlamentar disse que a Casa pretende facilitar e agilizar nas demandas mais urgentes, como leitos e vacinas.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraCâmara Municipal de TeresinaVereador Dudu durante audiência.

De acordo com Dudu, o debate foi necessário para conhecer a atual situação da pandemia no Estado. Ele pediu ainda, a colaboração de toda a população para que cumpram as medidas restritivas, para evitar um colapso na saúde.

“Foi um debate necessário, onde tomamos conhecimento que estamos em uma grave situação, portanto temos que pedir mais uma vez a compreensão da população, da classe empresarial e de toda a sociedade para que não entremos em colapso. Precisamos cumprir as medidas restritivas”, disse Dudu.

Mais na Web