Piauí

Bancada piauiense vota em peso para manter Wilson Santiago

Wilson Santiago (PTB-PB) teve o mandato suspenso em janeiro pelo ministro Celso de Mello do STF, após envolvimento em investigação por corrupção.
  • DA REDAÇÃO
06/02/2020 19h00 - atualizado

A Câmara dos Deputados derrubou, nessa quarta-feira (5), o afastamento do deputado Wilson Santiago (PTB-PB), acusado de ter recebido R$ 1,2 milhão de propina de obras superfaturadas de abastecimento de água no Nordeste.

Wilson teve o mandato suspenso no mês de janeiro pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator da Corte de investigação por suposta prática de corrupção criminosa.

A volta do parlamentar ao mandato foi decida após votação em plenário, com 233 deputados votando pela sua volta e 170 pela continuação da suspensão.

Da bancada piauiense, quase todos os deputados votaram sim: Marcos Aurélio Sampaio (MDB), Flávio Nogueira (PDT), Átila Lira (Progressistas), Iracema Portella (Progressistas), Margarete Coelho (Progressistas), Júlio César (PSD), Assis Carvalho (PT), Paes Landim (PTB) e Marina Santos (Solidariedade). Apenas a deputada Rejane Dias (PT) não compareceu à votação.

Mais na Web