Geral

Bolsonaro diz que Brasil poderá comprar vacina da empresa Moderna

Conforme o presidente, a equipe do Governo foi informada no início da semana sobre um estudo que aponta 94% de eficácia da imunizante desenvolvida pela empresa Moderna.
02/01/2021 12h16 - atualizado

Durante live nessa quinta-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil poderá comprar a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa americana Moderna em parceria com a NIH.

Em coletiva no dia 08 de outubro, o Governo Federal já havia apontado a Moderna como um dos desenvolvedores de vacina que manifestaram interesse em negociar com o Brasil. Durante live realizada nessa quinta-feira (31), Bolsonaro voltou a falar na vacina da Moderna.

“Além da Pfizer, temos uma outra [vacina] que se apresenta no momento, uma da Moderna, que poderá ser adquirida pelo Brasil”, disse o presidente em sua live semanal.

Conforme o presidente, a equipe do Governo foi informada no início da semana sobre um estudo que aponta 94% de eficácia da imunizante desenvolvida pela empresa Moderna. No estudo, a vacina é capaz de prevenir contra formas graves da doença. Mesmo tendo mesma plataforma da vacina da Pfizer, o mRNA, o imunizante da Moderna não necessita ser armazenado em câmara ultra-fria.

Ainda na live, Bolsonaro voltou a dizer também que as vacinas só serão compradas quando houver aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que a vacinação não será obrigatória.

“Parece que agora as empresas vão apresentar documentação junto à Anvisa, e, caso ela certifique, nós imediatamente podemos fazer as tratativas e conseguimos comprar essas vacinas. Até porque parte da população clama por elas, então quem está querendo a vacina a gente vai acertar, da nossa parte, grátis e não obrigatório”, afirmou.

Mais na Web