Geral

Bolsonaro diz que determinará redução da bandeira tarifária na luz

A declaração foi dada pelo presidente durante evento evangélico em Brasília, nessa quinta-feira (14).
15/10/2021 09h13 - atualizado

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite dessa quinta-feira (14), que determinará ao Ministério de Minas e Energia (MME) que altere a bandeira tarifária de energia elétrica para um valor menor a partir do mês de novembro. A declaração foi feita durante discurso na Conferência Global Milenium, evento que reúne igrejas evangélicas.

‘’Estávamos na iminência de um colapso. Não podíamos transmitir pânico á sociedade. Dói a gente autorizar o ministro Bento, das Minas e Energia, a decretar a bandeira vermelha’’, disse o presidente.

Criada no ano de 2015 pela Aneel, as bandeiras tarifárias refletem os custos variáveis da geração de energia elétrica e é dividida em níveis. Eles indicam o quanto está custando para o Sistema Interligado Nacional (SIN) gerar energia usada nas casas, em estabelecimentos comerciais e nas indústrias. Quando a conta é calculada na bandeira vermelha mostra que está mais caro gerar energia naquele período.

De acordo com o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o Brasil não corre risco de racionamento de energia devido à crise hídrica.

Segundo o ministro, desde o ano passado o governo tem monitorado a situação e tomado as medidas necessárias para garantir o abastecimento de energia.

Com informações da Agência Brasil.

Mais na Web