Esportes

Brasil vence Argentina de virada em duelo emocionante

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta os atletas do Comitê Olímpico Russo e a Argentina joga contra a França.
26/07/2021 17h59 - atualizado

Nesta segunda-feira (26), a equipe brasileira de vôlei masculino venceu a Argentina em uma partida emocionante e equilibrada, no Japão.

Em reta final, a seleção brasileira conseguiu virar um placar desfavorável, de dois sets a zero, e vencer no tie-break. No final, 3 sets a 2 para o Brasil, ainda invicto na Olimpíada.

O Brasil começou mal e cometendo muitos erros, do outro lado, os argentinos faziam um bom jogo, com destaque para Palacios e Bruno Lima, maior pontuador do jogo, com 26 pontos.

O primeiro set terminou 25 a 19 e o segundo 25 a 21, ambos para a Argentina, o Brasil reagiu e corrigiu os erros, fechou o terceiro set por 25 a 16, mas demorou a engrenar. No quarto set, a seleção brasileira iniciou mal, mas se superou e venceu por 25 a 21, o empate, então improvável, veio.

O tie-break foi muito equilibrado, o Brasil começou já ajustado e recuperado dos erros do início, ficava atrás sempre por um ponto, até o 12º. No ponto seguinte, na reta final e quando realmente era necessário, o time comandado por Renan Dal Zotto virou com bloqueio de Maurício Souza.

Os argentinos sentiram a pressão de uma derrota iminente após estarem vencendo por 2 a 0. Um erro no saque de Palacios foi o símbolo dessa desconcentração, deixando o Brasil a um ponto da vitória.

Um novo erro do adversário, em um ataque de Conte para fora, selou a vitória de virada da seleção brasileira. Na próxima rodada, o Brasil enfrenta os atletas do Comitê Olímpico Russo e a Argentina joga contra a França.

O técnico brasileiro, Carlos Schwanke, comemorou a vitória. “Hoje a linha de passe deles funcionou tremendamente, principalmente nos dois primeiros sets, mesmo nosso saque sendo forçado. Mas eu fiquei muito feliz com a vitória e com a demonstração de equipe. Quem tá saindo joga junto, torcendo para quem tá lá dentro. Isso é fundamental”, declarou.

Com informações da Agência Brasil.

Mais na Web