Piauí

Busca Ativa identifica famílias em extrema pobreza no Piauí

A identificação tem como objetivo a inclusão dessas famílias em programas sociais estaduais e municipais.
  • LAÍS VITÓRIA
08/02/2021 11h30 - atualizado

A Secretaria de estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), através da Superintendência de Direitos Humanos, concluiu o treinamento com os técnicos dos municípios de Piripiri e Piracuruca para atuação no Programa Busca Ativa.

O programa Busca Ativa é uma parceria com a Vice-Governadoria do Estado, e faz parte do programa PRO Social. A iniciativa visa o treinamento de equipes técnicas de 45 municípios para identificação de famílias em situação de extrema pobreza e aqueles que ainda se encontram fora dos programas de transferência de renda.

Após o treinamento, as equipes de assistência social e da Vice-Governadoria também realizaram visitas a famílias da região para avaliação e aplicação de questionários. Os treinamentos seguem até a concluir os 45 municípios prioritários.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíPrograma Busca Ativa identifica famílias em extrema pobreza no EstadoPrograma Busca Ativa identifica famílias em extrema pobreza no Estado

Para a superintendente de Direitos Humanos da Sasc, Janaina Mapurunga, a visita domiciliar é um ponto crucial na identificação das famílias para o Programa Busca Ativa.

“São famílias extremamente pobres, que estão no Cadastro Único, do governo federal, mas que não são beneficiadas nem com o Bolsa Família, nem com o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e nem com o auxílio emergencial.  Nós estamos treinando as equipes para fazer a identificação das famílias e também para preenchimento de um questionário próprio do programa Buscas Ativa”, completa a gestora.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web