Geral

Cadastro positivo compulsório entra em vigor nesta terça-feira

A partir de agora, a legislação também permite que, a qualquer momento, o contribuinte possa solicitar a sua exclusão no Cadastro Positivo.
  • DA REDAÇÃO
08/07/2019 08h32 - atualizado

A partir desta terça-feira, 9, passam a valer as novas regras do Cadastro Positivo, um banco de dados com histórico de pagamentos realizados pelos consumidores, onde todos os brasileiros serão cadastrados automaticamente. O Cadastro permite uma avaliação de crédito mais justa por parte das empresas que concedem crédito.

Antes da aprovação da nova lei, o consumidor precisava realizar o cadastro e autorizar a disponibilização das informações para o público. Agora, todos os consumidores brasileiros que possuem CPF ativo, bem como as empresas, passam a fazer parte automaticamente desse cadastro. A partir de agora, a legislação também permite que, a qualquer momento, o contribuinte possa solicitar a sua exclusão no Cadastro Positivo.

“Muito importante cada passo que se dá no caminho de facilitar o crédito e reduzir o custo desse crédito. O Cadastro Positivo vem ao encontro dessas aspirações, ampliar a oferta desse crédito, principalmente privilegiando as pessoas que tratam suas contas com maior rigor e não fazem história de inadimplência. Então, as pessoas que trabalham no varejo, no financeiro, nas atividades que demandam crédito e que honram em dia os seus compromissos, passam a ter mais um mecanismo para redução dos juros e para ampliação do crédito”, afirmou o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Teresina, Evandro Cosme.

De acordo com o agente de registro da Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina, Rosenburg Nóbrega, com a disponibilização dos dados do Cadastro Positivo, a tendência é que o varejo volte a conceder crédito com crediário próprio, reduzindo, dessa forma, os custos com os juros dos cartões de crédito. “As novas medidas são benéficas para o consumidor e para o comércio. Os bons pagadores terão o crédito aprovado mais rápido e com limite maior, com a certeza de juros mais baixos. Já os lojistas terão a garantia de uma análise de crédito mais segura e ampla”, explicou Rosenburg.

O bom desempenho dos consumidores cadastrados é medido por meio do acúmulo de pontos. O score é uma pontuação atribuída a cada um dos consumidores, que varia de 0 a 1000. Quanto mais próximo de 1000, melhor o perfil de crédito do consumidor. A pontuação é construída de acordo com as informações de relacionamento financeiro, histórico de pagamento, inadimplências, consultas, dados cadastrais, dentre outros dados.

Outra vantagem do cadastro é possibilitar o acesso ao crédito para os consumidores que não mantêm nenhum vínculo com bancos ou empresas administradoras de cartão de crédito, apenas com base em seu histórico no banco de dados.

Mais na Web