Política

"Candidatura de Sílvio Mendes era anseio do PSDB”, diz Luciano Nunes

De acordo com o presidente do PSDB, Silvio Mendes colocar o seu nome à disposição era um desejo do partido, que recebe a decisão com entusiasmo.
24/08/2021 06h38 - atualizado

O ex-deputado e presidente estadual do PSDB, Luciano Nunes, falou em entrevista ao Viagora sobre a decisão do ex-prefeito de Teresina, Silvio Mendes (PSDB), colocar seu nome a disposição para possível candidatura na disputa ao Governo do Piauí nas eleições do próximo ano.

De acordo com o presidente do PSDB, Silvio Mendes colocar o seu nome à disposição da sigla era um desejo do partido, que recebe a decisão com entusiasmo.

  • Foto: Laís Vitória/ViagoraLuciano NunesLuciano Nunes

“A pré-candidatura dele já era um anseio do partido, todos nós já queríamos que ele colocasse o nome dele à disposição e ele relutava, mas nós recebemos com muita alegria e com muito entusiasmo essa decisão dele”, pontuou.

Para Luciano Nunes, o partido deve trabalhar para uma aliança ainda mais forte com o Progressistas em busca de uma chapa.

“O contexto é um contexto que ele coloca o nome é um contexto de aliança das oposições do PSDB com o Progressistas, esse é o cenário que nós estamos trabalhando hoje. Em vista dos de outros nomes que foram colocados também, como o da deputada Iracema, do senador João Vicente que também serão considerados, vamos trabalhar para que uma eventual chapa possa sair com esses nomes”, declarou.

Eleições 2022

Questionado sobre a possibilidade de disputar algum cargo nas eleições do próximo ano, Luciano Nunes ressaltou que é algo a se pensar, mas que no momento a pré-candidatura de Silvio Mendes é o foco do partido.

“É uma possibilidade que está em aberto ainda, eu tô aguardando a votação da reforma política, vamos ver quais são os cenários, mas a princípio o que a gente tá trabalhando enquanto partido é essa pré-candidatura do Dr. Silvio”, destacou.

Luciano Nunes acredita que o ministro Ciro Nogueira não irá se candidatar ao governo do Piauí, segundo ele, o nome da deputada Iracema Portella pode ter surgido dessa possibilidade.

“Esse é o cenário que está se desenhando, inclusive o nome da deputada Iracema surgiu nesse contexto também, então os nomes que estão colocados são justamente dentro desse cenário de o senador Ciro não ser candidato ao governo”, ressaltou.

Mais na Web