Polícia

Celulares de Bolsonaro também foram invadidos por hackers, diz PF

O Ministério da Justiça emitiu uma nota nessa quinta (25) informando que o presidente também foi alvo.
  • NATHALIA CARVALHO
25/07/2019 10h00 - atualizado

O Ministério da Justiça confirmou nesta manhã (25), por meio de uma nota, que o celular do presidente Jair Bolsonaro também foi invadido pelos hackers presos na última terça-feira.

A nota informa o ocorrido e diz que Bolsonaro já foi comunicado sobre o fato por uma questão de segurança nacional. "O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo Sr. Presidente da República foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira. Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao Sr. Presidente da República."

A Polícia Federal prendeu quatro pessoas suspeitas de estarem envolvidas na invasão aos celulares de autoridades, entre as quais o ministro da Justiça Sérgio Moro foi alvo.

Foram presos:

Gustavo Henrique Elias Santos: detido em São Paulo

Suelen Priscila de Oliveira: detida junto com o marido Gustavo também em São Paulo

Walter Delgatti Neto: preso em Ribeirão Preto

Danilo Cristiano Marques preso em Araraquara

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web