Política

“Chapa do governador deve ser lançada em janeiro”, diz Themístocles

O presidente da Alepi falou sobre as eleições para o Governo do Piauí em 2022, na manhã desta terça-feira (13).
13/07/2021 16h13 - atualizado

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), Themístocles Filho (MDB), falou à imprensa na manhã desta terça-feira (13) sobre a movimentação para o anúncio de nomes que irão disputar o Governo do Piauí nas eleições 2022, destacando que para ele a composição da chapa do governador Wellington Dias (PT) deve ser oficializada somente em janeiro.

Questionado sobre a chapa da oposição, que já anunciou o nome do senador Ciro Nogueira (Progressistas), como pré-candidato com  apoio do PSDB, Themístocles afirma que é natural que a oposição já apresente seu candidato, ressaltando que para o governo a postura é diferente.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraThemístocles FilhoThemístocles Filho (MDB)

“Sempre a oposição é desse jeito. O Alberto Silva terminava a eleição já dizia que era candidato. Com o Dr. Pessoa não foi assim? O PSDB estava aí há 25 anos na prefeitura da capital, a gente tem que ter pressa, lançar o nome. Com o atual governo que é situação, tem que ser diferente”, comentou o deputado.

Para Themístocles, os nomes que irão compor a chapa do Partido dos Trabalhadores na sucessão do governador Wellington Dias só devem ser oficializados no começo do próximo ano. O presidente da Alepi é o nome apontado como possível candidato a vice na chapa com o secretário da Fazenda, Rafael Fonteles.

“Eu penso que o candidato do time do governador Wellington Dias deve ser lançado em janeiro”, disse o parlamentar.

Mais na Web