Política

"Ciro na Casa Civil irá trazer a conciliação", diz Elmano Férrer

O senador também falou sobre a possibilidade do ministro não concorrer ao cargo de governador do Piauí, nas eleições de 2022.
16/08/2021 13h38 - atualizado

Na manhã desta segunda-feira (16), o senador Elmano Férrer (Progressistas) falou ao Viagora sobre Ciro Nogueira na Casa Civil e a possibilidade do ministro não concorrer nas eleições para governador do Piauí no próximo ano.

De acordo com o senador, ter um piauiense como Ciro Nogueira na Casa Civil fará com que o Piauí cresça ainda mais, e que nesse momento ele deve se dedicar a sua nova missão.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraSenador Emano FerrerSenador Emano Férrer

“Ele tem trabalhado muito pelo Piauí e pelos municípios, mas eu creio que agora como ministro, ele tem uma missão muito difícil de harmonizar esse país. É uma missão difícil, mas acredito que ele tenha todas as condições e os pré-requisitos para buscar esse consenso. Eu creio que ele tem todas as condições de fazer esse processo histórico e democrático de buscar a conciliação e o entendimento”, ressaltou.

Para Elmano Férrer, no partido há grandes nomes que podem exercer um excelente trabalho, caso Ciro Nogueira não se candidate ao governo.

“A Iracema Portella é um nome, uma referência, uma pessoa que tem trabalho prestado. É um quadro, como a Margarete Coelho, o próprio João Vicente, tem o Silvio Mendes, o partido tem valores, tem quadros muito representativos de serviços prestados ao estado e a Teresina”, destacou.

De acordo com o senador, a deputada vem mostrando um bom desempenho, mas há muito trabalho até as eleições em 2022. “Ela tá preparada, eu creio que sim, é uma boa lembrança o nome dela. Mas ainda é no próximo ano, ela tem que continuar trabalhando, todos nós temos que continuar trabalhando muito por Teresina e pelo Piauí”, pontuou.

Mais na Web