Geral

Cmeie pode ser extinta e Strans assumirá emissão de carteiras estudantis

Embora ainda não confirmada a mudança, deve haver uma redução no valor com relação ao ano passado.
    03/01/2013 14h37

    Com a chegada da nova gestão na Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), muitas deverão ser as mudanças para os teresinenses. Para os estudantes, uma das alterações, já no início do ano, deve ser a extinção da Comissão Municipal Expedidora de Identidade Estudantil (Cmeie), cujas atribuições deverão ser transferidas para a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

    A possibilidade de mudança foi comentada pelo vereador pastor Levino de Jesus (PRB), representante da Câmara Municipal de Teresina (CMT) no Conselho da Cmeie. Segundo ele, a nova gestão da Prefeitura estaria pensando nessa mudança.

    "Assim, a Strans poderia assumir, a Superintendência já é o órgão que tem responsabilidade sobre essas questões do transporte na nossa cidade", disse ele.

    O novo superintendente da Strans, Pang Yen Shiao, disse em entrevista num portal de notícia, que ainda não foi informado acerca da possível mudança e que, por isso, não poderia se pronunciar a respeito.

    Embora ainda sem a confirmação de que a Strans passaria a expedir as identidades estudantis, Levino afirmou que, esse ano, por conta de um significativo corte de gastos na Cmeie, é possível que a carteirinha de estudante custe R$ 11,50.

    Em 2012, o valor da identidade foi de R$ 13,90, tendo este ano uma redução de R$ 2,40; 18% de redução com relação ao preço do ano passado.

    De acordo com o vereador, a redução é importante para atender à população de Teresina com menor renda. "A redução é importante e sempre bem vinda, todos os estudantes precisam da carteira, mas nem todos podem pagar um preço mais alto", afirmou.

    Mais conteúdo sobre:

    Mais na Web