Polícia

Comandantes da PM discutem ação policial durante o decreto no Piauí

De acordo com o comandante geral da PM-PI, coronel Lindomar Castilho, os policiais militares precisam ter conhecimento do decreto para informar a população.
07/03/2021 11h35 - atualizado

Na última sexta-feira (05), a Polícia Militar do Piauí, realizou uma reunião por videoconferência entre os comandantes da Capital e do Interior para tratar sobre o Decreto nº 19.494, assinado pelo governador Wellington Dias no dia 03 de março.

O decreto dispõe sobre as medidas sanitárias a serem adotadas a partir de sexta-feira (05), até o dia 15 deste mês, voltadas para o enfrentamento da Covid-19.

  • Foto: Divulgação/PM-PIReunião virtual entre comandantesReunião virtual entre comandantes da PM.

Conforme o novo decreto, algumas medidas em vigor tiveram alterações, como o horário de funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos, que só poderão funcionar até às 21h, e a proibição de circulação de pessoas em espaços e vias públicas entre 22h e 05h. 

Na oportunidade, o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Lindomar Castilho, solicitou que os policiais militares tenham conhecimento do decreto e informem a população sobre as mudanças, atuando de maneira preventiva.

Segundo o diretor de Saúde, Major Airton, o sistema de saúde no geral está em colapso. O diretor alertou para a importância dos cuidados básicos e do isolamento social, e reforçou que o Hospital da Polícia Militar (HPM) está disponível para ajudar os policiais militares e seus familiares, ressaltando ainda que o hospital também tem seu limite, por isso é essencial que todos façam sua parte e tenham os cuidados necessários. 

O subcomandante geral da PMPI, Coronel Sousa Filho, orientou que os policiais militares observem as portarias que regulam as ações da Polícia Militar, repassem as informações para os demais policiais, e que continuem realizando os procedimentos de forma padronizada, registrando e coletando os dados.

Ainda segundo o Coronel Castilho, os policiais militares devem adotar medidas de prevenção, e no caso de algum policial apresentar sintomas, ele deve ser afastado.

Mais na Web