Coronavírus no Piauí

Comércio de Teresina segue fechado por causa do coronavírus

Após cerca de uma semana de quarentena, as Ruas do Centro se encontram desertas devido ao cumprimento dos decretos em virtude da pandemia.
27/03/2020 21h30 - atualizado

Após cerca de uma semana de quarentena, as Ruas do Centro de Teresina se encontram praticamente vazias. Nesta sexta-feira (27), o Viagora  percorreu o Centro Comercial que está de portas fechadas devido ao cumprimento dos decretos municipal e estadual que determinam o fechamento desses estabelecimentos em virtude da pandemia pelo novo coronavírus.

Na Rua Simplício Mendes, pouco se nota a presença de pessoas que antes costumavam lotar essa região desde o início da manhã, na abertura das lojas, até o fim da tarde. Apesar de uma movimentação tímida, algumas pessoas ainda precisam passar pelo centro da capital para trabalhar.

O cenário se repete na Avenida Frei Serafim, uma das vias mais movimentadas da cidade também está deserta. O fluxo de veículos está bem reduzido se comparado com o habitual nos dias úteis da semana.

Segundo o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas),  se a quarentena continuar por muito tempo poderá gerar demissões, porque de acordo com a entidade, os prejuízos para o mercado financeiro já são grandes.

  • Foto: Luis MarcosAvenida Frei Serafim deserta em pleno dia útil.Avenida Frei Serafim deserta em pleno dia útil.

Apesar das reclamações, o governador Wellington Dias afirmou que não há decisão de reabrir o comércio na próxima segunda-feira (30). O que está previsto para esta data é uma nova reunião com o Comitê de Organização de Emergência para avaliar o resultado das medidas de contenção adotadas até o momento e definir novas ações para os próximos 15 dias.

Mais na Web