Piauí

Comissão de Saúde da Alepi vai fiscalizar mais hospitais no Piauí

A deputada Teresa Brito informou que apresentará dez relatórios sobre as visitas dos parlamentares aos hospitais estaduais.
  • DA REDAÇÃO
19/08/2019 17h00 - atualizado

Ao ocupar hoje (19) a tribuna da Assembleia Legislativa, a deputada Teresa Britto (PV) disse que são alarmantes dados divulgados  mostrando que o Tribunal de Justiça do Piauí apreciou 2.265 pedidos de medidas protetivas apresentados por mulheres vítimas de violência domértica praticada por maridos, namorado. e outros agressores homens no Piauí. O TJ-PI atendeu 1.913 pedidos visando a proteção das vítimas.

Teresa Britto afirmou que, desde o início do ano, foram registrados 323 casos de agressão contra as mulheres por dia e informou que vai agilizar a realização de uma audiência pública para debater a questão da violência contra a mulher. A oradora defendeu a punição exemplar dos agressores. Teresa Britto disse que audiência pública será uma oportunidade para debater sobre o que está sendo feito para impedir que as mulheres continuem sofrendo violência.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraDeputada Teresa Britto (PV)Deputada Teresa Britto (PV)

Saúde

A parlamentar que é presidente da Comissão de Saúde, Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, informou que apresentará não apenas um, mas dez relatórios sobre as visitas realizadas pelos parlamentares estaduais aos hospitais de Teresina e do interior do Estado, visando fiscalizar as condições de atendimento à população.

A deputada do Partido Verde adiantou que os integrantes da Comissão de Saúde continuarão visitando as unidades hospitalares do Estado até o final do ano, o que ocorrerá nos próximos dias em Simplício Mendes, São João do Piauí e São Raimundo Nonato. E assinalou que os relatórios serão entregues ao governador Wellington Dias, Ministério Público Estadual, Conselho Regional de Medicina (CRM), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e outros.

Mais na Web