Polícia

Corregedoria Geral de Justiça manda investigar juiz Noé Pacheco

Em nota, a corregedoria diz que vai apurar as eventuais irregularidades na conduta do magistrado, sendo assegurado o direito fundamental ao contraditório e à ampla defesa.
01/04/2021 12h35 - atualizado

O juiz Noé Pacheco de Carvalho, da 1º Vara da Comarca de Floriano, será investigado por mandar soltar o próprio filho, Lucas Manoel Soares Pacheco que havia sido preso em flagrante acusado de dirigir embriagado e provocar um acidente deixando uma mulher ferida.

A determinação da abertura do procedimento investigativo foi do corregedor Geral de Justiça do Estado do Piauí, Fernando Lopes e Silva Neto.

Em nota, a corregedoria diz que vai apurar as eventuais irregularidades na conduta do magistrado, sendo assegurado o direito fundamental ao contraditório e à ampla defesa.

Confira a nota na íntegra:

A respeito de decisão do magistrado Noé Pacheco de Carvalho, juiz da 1ª Vara da comarca de Floriano, proferida no dia 29/03, em favor de seu filho, Lucas Manoel Soares Pacheco, a Corregedoria Geral da Justiça do Estado do Piauí informa que foi determinada a abertura de procedimento para apuração de eventuais irregularidades na conduta do magistrado, sendo assegurado o direito fundamental ao contraditório e à ampla defesa. Informa, ainda, que já foi procedida a notificação do magistrado.

Por fim, ressalta-se o compromisso da Corregedoria Geral da Justiça do Estado do Piauí com as boas práticas jurisdicionais e a efetividade dos serviços de primeiro grau do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.

Atenciosamente,

Desembargador Fernando Lopes e Silva Neto

Corregedor-geral da Justiça do Estado do Piauí

Mais na Web