Coronavírus no Piauí

Covid-19: Após recorde de mortes, Wellington decretará novas medidas

Em um vídeo divulgado no Instagram, o governador lamentou a marca de 49 óbitos em apenas um dia e manifestou solidariedade a familiares e amigos das vítimas do novo coronavírus.
25/03/2021 10h49 - atualizado

O governador Wellington Dias (PT) anunciou na noite dessa quarta-feira (24), que vai adotar medidas restritivas mais rígidas após o Piauí registrar 49 mortes por Covid-19 em 24 horas.

Através das redes sociais, o governador lamentou a marca de 49 óbitos em apenas um dia e manifestou solidariedade a familiares e amigos das vítimas do novo coronavírus. Wellington diz na publicação que o triste recorde é uma tragédia.

“No Piauí perdemos 49 vidas humanas, uma tragédia. Eu quero dizer que fico arrasado, muito triste, imagino a dor, porque também perdi pessoas amigas, entes queridos, imagino a dor da família e dos amigos em um momento como esse”, declarou.

O chefe do executivo estadual afirmou ainda, que vai se reunir com o Centro de Operações em Emergência (COE) nesta quinta-feira (25) para discutir novas medidas a serem adotadas no estado, na tentativa conter a disseminação do vírus que já matou 3.919 piauienses.

“Que também sirva para que a gente possa seguir um caminho juntos, um caminho que pode salvar vidas. Eu sei que muitas vezes as pessoas não entendem, mas há essa necessidade, amanhã estarei reunindo o Comitê Emergencial e sim, vamos adotar medidas, e vamos precisar de todos pra gente sair dessa tragédia humana”, finalizou o governador.

Mais na Web