Saúde

Covid-19: Piauí recebe mais de 200 mil vacinas no final de semana

Cerca de 100 mil vacinas serão utilizadas para a dose de reforço para idosos acima de 70 anos e para imunossuprimidos.
  • LUCAS DE MORAES
20/09/2021 10h48 - atualizado

Nesse sábado (18) e no domingo (19), chegaram mais de 200 mil vacinas conta a Covid-19 no estado. Os lotes foram enviados pelo Plano Nacional de Imunização, que estão divididas entre 103.600 doses da CoronaVac/Butantan e 100.620 doses da Pfizer-BioNTech.

Segundo a Secretaria de Saúde do Piauí, as vacinas da Pfizer-BioNTech serão destinadas para a dose de reforço, ou terceira dose, em idosos acima de 70 anos que completaram seis meses desde a última aplicação (segunda dose ou dose única), independente do imunizante anterior. Elas também serão utilizadas como dose de reforço para a população com alto grau de imunossupressão, porém a aplicação deve acontecer em 28 dias após a última dose.

  • Foto: Ascom/SesapiVacinas contra a Covid-19.Vacinas contra a Covid-19.

Já as doses de CoronaVac/Butantan serão destinadas para primeira e segunda dose da população em geral. De acordo com o superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães, essa divisão foi designada pelo governo Federal.

“A vacina a ser utilizada para a dose adicional deverá ser, preferencialmente, da plataforma de RNA mensageiro (Pfizer/Wyeth) ou, de maneira alternativa, vacina de vetor viral (Janssen ou Astrazeneca), segundo a nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde.”, explicou.

De acordo com a Sesapi, ainda estão previstas cerca de 39 mil doses da vacina FioCruz/AstraZeneca, na tarde de hoje (20). Todas as vacinas que chegaram neste final de semana estão sendo direcionadas para as regionais de saúde, onde os municípios farão a retirada. “Pedimos que os gestores organizem seus calendários para continuar com a vacinação da população em geral e à aplicação da dose de reforço”, lembra o gestor.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, fez um apelo para que a população não deixe de se vacinar. “Nossos esforços são para ampliar ao máximo o alcance da população à vacinação, mas é preciso a colaboração de todos nesse esforço. Por isso pedimos a todos que não deixem de se vacinar, para sairmos dessa pandemia”, alertou o gestor.

Mais na Web