Coronavírus no Piauí

Covid-19: Wellington participa de reunião para definir plano de vacinação

O plano nacional de imunização vai definir a responsabilidade dos Municípios, Estados e União, formando uma rede que atuará em parceria com o setor privado.
26/11/2020 17h00

O governador Wellington Dias, que também é presidente do Consórcio Nordeste, informou que na próxima segunda-feira (30) o Ministério da Saúde irá divulgar o plano nacional de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com o governador, durante uma reunião realizada pelo Fórum dos Governadores foi tratado sobre como será a coordenação do plano de imunização junto ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello; Fiocruz, Instituto Butantan, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Câmara e Senado, municípios e Conselho de Secretários de Saúde. Na reunião, foi definido que será estabelecido um cronograma sobre a compra, distribuição e aplicação da vacina.

“Chegamos ao entendimento para estabelecer um cronograma que prevê para segunda-feira (30) a definição de um plano nacional para vacinação, um programa com regramento que definirá quantos pontos de vacinação haverá no Brasil, como ocorrerá o processo de compra e distribuição, haverá agendamento, qual a regra sobre a ordem de vacinação”, afirma o governador.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíGovernador Wellington DiasGovernador Wellington Dias

Segundo Wellington, com o plano nacional de imunização será definido o que é responsabilidade de Municípios, Estado e União, e que será formada uma rede que irá atuar em parceria com o setor privado. O governador declara que o plano nacional vai tirar o Brasil de forma segura da pandemia, assim como abrir caminhos para que outras doenças possam ser tratadas e cuidadas com maior eficiência.

Já em relação a aplicação da vacina, Wellington afirma que serão tomadas decisões importantes, como a definição da ordem de vacinação, e comenta que apresentou a proposta de agendamento para evitar tumulto e o risco de contaminação. “Vamos começar pelos profissionais de saúde, pessoas com mais de 60 anos”, relata.

Ainda conforme o governador Wellington Dias, o cronograma estipula que serão vacinados primeiramente os idosos com mais de 80 anos, pessoas com comorbidades e profissionais da saúde. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) esclarece que o planejamento já está sendo estudado há mais de 40 dias em parceria com o Ministério da Saúde, pelos setores que vão da Atenção Básica, Alta Complexidade em Saúde, Vigilância Sanitária e Comunicação.  

Mais na Web