Coronavírus no Piauí

Covid: CCJ da Alepi aprova pensão de R$ 1.100 a filhos que perderam pais

Com base no projeto do deputado Dr. Hélio, a proposta é que seja pago uma pensão no valor de um salário mínimo para os filhos que perderam os pais vítima da Covid-19.
17/05/2021 18h06 - atualizado

Durante reunião virtual da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) nesta segunda-feira (17), o Indicativo de Projeto de Lei que prevê o pagamento de pensão a filhos que perderam os pais por Covid-19 teve parecer favorável e foi aprovado.  

De acordo com a Alepi, o indicativo aprovado na CCJ, que é de autoria do deputado Dr. Hélio Oliveira (PL), deve ser encaminhado agora ao plenário da Assembleia Legislativa para ser apreciado.

Com base no projeto, a proposta é que seja pago uma pensão no valor que correspondente a um salário mínimo, que atualmente é no valor de R$ 1.100,00 (mil e cem reais). Os filhos que perderam pais filiados à Previdência Social em regime geral ou próprio não serão contemplados pois já recebem um benefício semelhante a este.

Segundo o deputado Dr. Hélio, a proposta tem como objetivo amparar financeiramente crianças e adolescentes que perderam os pais, e ressalta que a pensão será custeada com recursos do Governo do Piauí.

Caso aprovada, a pensão será paga para os filhos até eles completarem 18 anos. Para o deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos), que deu o parecer do projeto, não há impedimentos legais para a iniciativa.

Mais na Web