Coronavírus no Piauí

Covid: Florentino Neto quer mobilização de agentes na vacinação

Florentino Neto afirmou que os agentes de saúde possuem papel importante durante esta etapa da campanha de vacinação e ressaltou ainda que deve haver maior promoção da vacinação no estado.
18/11/2021 17h55 - atualizado

Nesta quinta-feira (18), o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, durante Oficina Brasil Previne fez um apelo para que agentes comunitários de saúde se mobilizem visando garantir a imunização da população piauiense contra a covid-19. O evento tem participação dos secretários municipais de Saúde do Piauí.

Florentino Neto afirmou que os agentes de saúde possuem papel importante durante esta etapa da campanha de vacinação e ressaltou ainda que deve haver maior promoção da vacinação para que os piauienses que não foram receber a segunda dose da vacina completem o esquema vacinal.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíFlorentino Neto durante Oficina Brasil Previne.Florentino Neto durante Oficina Brasil Previne.

“Nós queremos pedir um esforço de todos com relação à campanha de vacinação, em todas as etapas. Estamos entrando na terceira dose da população em geral, porém temos que fazer um trabalho de busca ativa relacionada a esses mais de 214 mil piauienses, que precisam voltar para a segunda dose. Pedimos que cada agente de saúde vá até sua comunidade e convoque aqueles que ainda não completaram seu esquema”, explica o gestor.

No estado 214.353 pessoas precisam receber a segunda dose da vacina para completar o esquema vacinal e garantir sua imunização.Conforme o governo do estado, o Piauí tem expectativa de imunizar 2.388.491 pessoas com a dose de reforço.

Ainda nesta semana, o secretário de estado da Saúde divulgou que na próxima segunda-feira (22) o Piauí pode iniciar a dose de reforço para as pessoas acima de 18 anos, após liberação pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (16).

A Oficina Brasil Previne é um evento realizado pelo Ministério da Saúde com o objetivo de explicar aos secretários municipais de saúde a nova forma de financiamento da Rede de Atenção Primária. A oficina ocorre ao longo desta quinta-feira (18) no formato híbrido.

Na oficina estavam presentes representantes da Sesapi, Conselho Nacional do Secretários Municipais de Saúde, Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde, além de representantes da atenção primária dos 224 municípios do Piauí.

Segundo Florentino Neto, a Oficina Brasil Previne visa promover a capacitação dos estados e municípios em relação à organização do novo financiamento e seus componentes.

“A atenção básica foi de suma importância para o avanço da campanha de vacinação contra a Covid-19. E qualificar esses gestores para o fortalecimento dessa rede é de grande essencialidade”, afirma Florentino Neto.

O Programa Previne Brasil é um novo formato de financiamento que foi implantado em novembro de 2019, ele modifica algumas formas de repasses das transferências para os municípios que serão distribuídos de acordo com três critérios: captação ponderada, pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas.

Além disso, o programa tem o objetivo de aumentar o acesso das pessoas aos serviços da atenção primária à saúde e o vínculo entre a população e a equipe.

Mais na Web