Coronavírus no Piauí

Covid: FMS abre agendamento para vacinação de pessoas com 38 anos

A fundação também irá abrir agendamento para gestantes, puérperas e trabalhadores da educação e vagas para segunda dose de todos os grupos com data marcada até o dia 8 de agosto.
30/07/2021 15h56 - atualizado

Nesta sexta-feira (30), a Fundação Municipal de Saúde (FMS), a partir das 16h irá abrir agendamento para a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 da população de 38 anos e mais.

A FMS também irá abrir agendamento para gestantes, puérperas e trabalhadores da educação e vagas para segunda dose de todos os grupos com data marcada no cartão de vacinação até o dia 8 de agosto, seja o imunizante da pfizer, coronavac ou astrazeneca, a partir das 18h.

  • Foto: Luis Marcos/ Viagoravacina AstraZenecavacina AstraZeneca

Desta vez, o grupo da segunda dose engloba também as gestantes e puérperas que tomaram a primeira dose da vacina astrazeneca antes da suspensão determinada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a orientação do órgão, estas mulheres devem tomar a segunda dose com as vacinas coronavac ou pfizer, com escolha de acordo com a disponibilidade de doses.

A coordenadora da campanha, Emanuelle Dias, explica que no momento do agendamento, basta escolher uma sala que esteja aplicando uma dessas vacina, e ressalta que o agendamento de segunda dose deve ser feito por pessoas que têm o reforço marcado até o dia oito de agosto.

“Teremos datas disponíveis para os dias 2 e 3 de agosto, mas quem tem segunda dose até o dia 8 pode agendar para algum desses dias, pois estará no limite estabelecido pelo Ministério da Saúde”, reforça.

Segundo Emanuelle, toda sexta-feira a FMS vai abrir agendamento para segunda dose, sempre com datas para a semana seguinte. O agendamento é feito pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. Basta clicar na opção “agendamento público alvo”, escolher seu público e marcar a opção “Já tomei a 1ª dose e quero agendar a segunda”.

No momento da vacinação, basta apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacinação com registro de aplicação da primeira dose em Teresina. Já a vacinação para primeira dose será voltada para gestantes, puérperas e trabalhadores da educação, inclusive estagiários.

No momento da imunização, é preciso apresentar o cartão de vacinação (se tiver), documento de identificação com foto e data de nascimento, CPF ou cartão nacional do SUS e um comprovante de endereço que comprove que a pessoa reside em Teresina, além de documentos específicos para cada grupo.

Estagiários da educação: Declaração da instituição de ensino de Teresina onde atua.

Gestantes e puérperas: Prescrição médica (avaliação individualizada de risco benefício). Gestantes devem apresentar cartão de gestante ou laudo de profissional de saúde. Puérperas devem apresentar certidão ou declaração de nascimento do bebê.

Trabalhadores da educação: Contracheque atual ou Contrato de prestação de serviço ou documento que comprove a atividade laboral, expedido pelo estabelecimento de ensino onde o trabalhador atua, no município de Teresina.

Mais na Web