Piauí

Cresce mais de 12% trabalho por conta própria no Piauí, diz IBGE

O índice é o sétimo maior do país e superior à média nacional de 26,4%. O Amapá tem o maior indicador (35,8%) e o Distrito Federal tem o menor (20,8%).
  • VIVIANE ROCHA
28/11/2020 12h39 - atualizado

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta em uma pesquisa que no 3º trimestre de 2020, o Piauí aumentou em 12,2% a quantidade de pessoas ocupadas como trabalhadores por conta própria, o que impulsionou o aumento na ocupação no estado, entre o 2º e o 3º trimestre deste ano.

Segundo o IBGE, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) contínua, mostra que houve crescimento de 12,3% na quantidade de trabalhadores por conta própria informais, ou seja, sem registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Havia 350 mil pessoas trabalhando por conta própria no 3º trimestre de 2020, no estado.

No Piauí, três em cada dez pessoas ocupadas são trabalhadores por conta própria (30,8%). O índice é o sétimo maior do país e superior à média nacional de 26,4%. O Amapá tem o maior indicador (35,8%) e o Distrito Federal tem o menor (20,8%).

Apesar do aumento, a quantidade de trabalhadores por conta própria no Piauí ainda é 16,6% inferior ao 3º trimestre do ano passado. Há redução até mesmo entre as pessoas que trabalham por conta própria sem CNPJ, da ordem de 18,9%, quando comparados o 3º semestre de 2019 e o 3º semestre de 2020.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web