Piauí

Defesa Civil de Teresina monitora áreas com risco de incêndios

Desde o início começo do mês de julho, os técnicos iniciaram a Operação Queimadas, que tem como intuito desenvolver atividades de prevenção.
  • DA REDAÇÃO
18/07/2019 18h00 - atualizado

Com o período chuvoso praticamente encerrando no Piauí, as atenções das autoridades da gerência de Defesa Civil da Secretaria Municipal Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) se voltam para o início das queimadas.

Por conta disso, desde o início começo do mês de julho, os técnicos iniciaram a Operação Queimadas, que tem como intuito desenvolver atividades de prevenção através do monitoramento dos lugares que foram foco de incêndio nos anos anteriores.

O coordenador da Defesa Civil, o tenente Sebastião Domingos de Carvalho Filho, explica que a operação vai atuar preventivamente nos lugares mais vulneráveis e que tiveram índice de recorrência maior nos últimos anos, boa parte deles localizados na zona rural da capital.

“Sabemos que a prevenção é a maior arma no combate ao fogo que se propaga no período quente aqui no estado, por isso, estamos monitorando periodicamente esses lugares e, além disso, temos realizado palestras educativas nas comunidades alertando os teresinenses sobre os riscos de incêndio”, destaca.

O tenente orienta a população para evitar a queima controlada, pois, segundo ele, muitos casos acontecem desse processo fugir do controle do homem e se tornar um incêndio de maiores proporções. “A ação do fogo provoca danos materiais e ao meio ambiente, além disso, é preciso levar em consideração os problemas provocados pela fumaça que agravam o quadro de pessoas que possuem problemas respiratórios”, pontua.

Para solicitar palestras ou visitas dos técnicos da Defesa Civil, a população pode entrar em contato no número 153 ou através de ofício encaminhado à sede da Semcaspi, que fica localizada na Rua Álvaro Mendes, nº 86, no Centro.
 

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web