Polícia

Delegado Edwaldo de Oliveira Castro é demitido por se apropriar de acessórios de veículo apreendido

A Procuradoria Geral do Estado concordou com a comissão processante que opinou pela aplicação da penalidade de demissão.
    15/08/2012 09h51

    O Diário Oficial do Estado publicou na edição de 13 de agosto de 2012 a demissão do Delegado de Polícia Civil Edwaldo de Oliveira Castro, pelo Governador do Estado Wilson Martins. O delegado foi submetido a Processo Administrativo Disciplinar acusado de apropriar-se indevidamente de um notebook de propriedade de Elizângela Gomes da Silva Rodrigues e de acessórios, ar condicionado, baterias e pneus do veículo pálio, placa MNG-2716, apreendido em procedimento policial e que estava sob sua responsabilidade.

    A Procuradoria Geral do Estado através do Parecer PGE/CJ 452/11 LT, considerando as provas dos autos, os antecedentes funcionais e a reincidência do servidor concordou com a comissão processante que opinou pela aplicação da penalidade de demissão.

    Edwaldo de Oliveira Castro percebia, segundo o Portal da Transparencia, salário de aproximadamente R$ 10.000,00 liquidos.

    Mais na Web