Política

Deputado Daniel Silveira é preso pela Polícia Federal

A prisão do deputado do PSL foi realizada no Rio de Janeiro, em Petrópolis, após o ministro Alexandre de Moraes expedir a ordem.
17/02/2021 08h39 - atualizado

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), foi preso na noite dessa terça-feira (16), após publicar um vídeo nas redes sociais em que fazia ataques com xingamentos e palavrões aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em especial ao ministro Edson Fachin.

A prisão do deputado do PSL foi realizada no Rio de Janeiro, em Petrópolis, após o ministro Alexandre de Moraes expedir uma ordem de prisão em flagrante. Na decisão, o ministro destacou que as acusações são graves, e constitui ameaça ilegal à segurança dos ministros do Supremo.

  • Foto: DivulgaçãoDeputado Daniel SilveiraDeputado Daniel Silveira

Ainda como parte da decisão, o ministro do STF determinou que o YouTube bloqueie a o vídeo na plataforma, sob pena de multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

O deputado Daniel Silveira, que está no primeiro mandato, é investigado em inquérito de financiamento e organização de atos democráticos em Brasília.

No mês de junho, o parlamentar foi alvo de buscas e apreensões pela Polícia Federal (PF) e teve sigilo quebrado por decisão do ministro Alexandre de Moraes. Em depoimento, o deputado negou produzir ou repassar mensagens que incitassem animosidade das Forças Armadas contra o Supremo ou aos ministros.

Mais na Web