Política

"Desrespeito à constituição", diz Major Diego Melo sobre comprovante de vacina

Para o Major, o projeto para que estabelecimentos exijam comprovante de vacinação contra a Covid-19 poderá causar um caos.
10/09/2021 16h00 - atualizado

O ex-candidato a prefeito de Teresina, Major Diego Melo (Patriota), falou em entrevista ao Viagora sobre o projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) de autoria do deputado estadual Franzé Silva (PT), propondo a exigência do comprovante de vacinação contra a Covid-19 para entrar em estabelecimentos fechados.

Conforme o projeto, a comprovação poderá ser feita também por meio do cartão de vacina virtual e devem ser apresentado os comprovantes das duas doses, gerando multa de 5.000 UFIR-PI se a medida for descumprida, caso aprovada.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraMajor Diego, candidato a prefeito de Teresina pelo Patriota.Major Diego

Para o Major Diego Melo, se aprovada, a medida poderá causar conflitos entre a população, além de ser um desrespeito à constituição quanto a liberdade do cidadão.

“Mais uma loucura do PT, sem pé, sem cabeça. Desrespeito à constituição, a liberdade do cidadão e para criar um clima de conflito entre a polícia e a sociedade, a sociedade e a própria sociedade. Isso não deu certo em lugar nenhuma do planeta, lamento que nesse momento que o país tá precisando de tanta harmonia, o cidadão esteja apresentando uma imoralidade dessas”, destacou.

De acordo com o major, a medida poderá acarretar um caos. “Vamos lutar para que isso não seja aprovado. Porque se não, vai ser um caos, e é isso que estão querendo. Só podemos tentar convencer a maioria dos deputados a votarem contra e o governador que é quem manda ali”, pontuou.

Mais na Web