Piauí

Detentos de São Raimundo Nonato trabalham para reduzir sentença

Segundo o gerente da Casa de Detenção Provisória de São Raimundo Nonato, os internos desenvolvem atividades como pintura, reforma, cultivo de horta e trabalhos de capina.
23/03/2021 15h08 - atualizado

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Justiça (Sejus), informou que os detentos da Casa de Detenção Dom Inocêncio Lopez Santamaria, na cidade de São Raimundo Nonato, têm trabalhado dentro da unidade com o objetivo de diminuir a pena.

De acordo com o gerente da Casa de Detenção Provisória de São Raimundo Nonato, o policial penal José de Melo, cerca de 20 internos desenvolvem atividades como pintura, reforma, cultivo de horta e trabalhos de capina no perímetro externo da unidade.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíDetentos de São Raimundo Nonato trabalham e reduzem penaDetentos de São Raimundo Nonato trabalham e reduzem pena

Para o gestor da casa, os trabalhos desempenhados pelos detendo trazem benefícios como o bom andamento das rotinas carcerárias do local, além de redução de um dia da pena a cada três dias de trabalho, com base na Lei de Execução Penal.

“Nós estamos dando a oportunidade para os internos trabalharem na CDP de São Raimundo Nonato. Esse trabalho é muito importante. Primeiro, pois estamos cumprindo a Lei de Execução Penal que garante que, a cada três dias trabalhados, o interno ganha um dia de remição de sua pena. E por fim que, esse trabalho é importante para a gestão da unidade, pois conseguimos também reduzir gastos que viriam acontecer se terceirizássemos esse serviço”, comentou o gestor da unidade penal.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíCasa de Detenção Dom Inocêncio Lopez SantamariaCasa de Detenção Dom Inocêncio Lopez Santamaria

Mais na Web