Coronavírus no Piauí

Dia de Finados: FMS alerta sobre cuidados com a Covid-19 em Teresina

A FMS solicita que as visitas sejam rápidas e que sejam antes ou depois do dia 2, para evitar grande fluxo de pessoas.
02/11/2020 10h15 - atualizado

O Dia de Finados é marcado pela grande circulação de pessoas em cemitérios, visitando seus entes queridos. Por esse motivo, em razão da pandemia do novo coronavírus, o Centro de Operações em Emergências (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS) divulgou carta com recomendações para a população que pretende fazer visitas aos cemitérios.

Além das medidas já conhecidas, como uso de máscaras e o distanciamento social, a FMS também solicita que as visitas sejam rápidas e que as pessoas optem por ir posterior ao dia 2, para evitar grande fluxo de pessoas. As recomendações são com o objetivo de reduzir a proliferação do novo Coronavírus nesses locais.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraCemitério, cerâmica CilCemitério, cerâmica Cil

“Recomenda-se ainda que a entrada de pessoas seja controlada. As pessoas com problemas de saúde, idosos e crianças devem evitar a ida aos cemitérios. Todo os visitantes devem manter o distanciamento seguro de 2 metros entre as pessoas. É desaconselhado também a presença de vendedores de velas, flores e alimentos e outros produtos nas proximidades dos cemitérios”, afirma a médica infectologista do COE da FMS, Amparo Salmito.

Na carta, também é recomendado que apenas quatro pessoas visitem uma mesma sepultura, entrando em duplas. Os visitantes também devem evitar cumprimentos acalorados, como beijos e abraços. Também é importante que as pessoas façam uso de álcool gel para higienizar as mãos, mas tomar cuidado porque o álcool é inflamável, uma vez que nessa época existe a tradição de acender velas.

É recomendado ainda que não sejam levados alimentos e flores artificiais, porque há maior probabilidade desses objetos estarem contaminados pela Covid-19.

 “O dia dos finados é uma data em que, tradicionalmente, ocorre visitação mais intensa aos cemitérios e, consequentemente, pode gerar aglomeração de pessoas e contribuir para aumentar a proliferação do novo Coronavírus. Nós ainda nos encontramos em um período de pandemia e todos os cuidados devem ser mantidos para evitar o contágio e o aumento do número de casos e de óbitos por Covid-19 na cidade”, finaliza a infectologista.

Mais na Web