Coronavírus no Piauí

Dono da Dinolândia morre vítima da Covid-19 em Teresina

O empresário, de 71 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Unimed há quase um mês para tratar da Covid-19.
10/01/2021 11h40 - atualizado

Na madrugada deste domingo (10), o empresário Flávio Germano, proprietário da Dinolândia, morreu em Teresinha devido às complicações provocadas pela Covid-19.

O empresário, de 71 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Unimed há quase um mês para tratar da Covid-19. Flávio Germano tinha algumas comorbidades e chegou a ser entubado no período em que esteve internado no hospital.

Em nota, a Dinolândia confirmou a morte do empresário e informou que o sepultamento será realizado ainda neste domingo no Cemitério Jardim da Ressurreição.

  • Foto: DivulgaçãoEmpresário Flávio GermanoEmpresário Flávio Germano

“É com profunda tristeza e consternação que comunicamos o falecimento do Senhor Flávio Germano Magalhães, diretor de nossa Entidade ocorrido no início desta manhã, domingo, 10 de janeiro de 2021. O sepultamento será às 11:30h, no Cemitério da Ressurreição em Teresina-PI”, diz a nota.

O presidente do Movimento Empreender Piauí (MOVE), o empresário Arthur Feitosa, lamentou a morte de Flávio Germano e afirmou que o empresário contribuiu o desenvolvimento do Piauí tendo empreendimentos sólidos em Teresina e no estado.

Durante a carreira, Flávio Germano foi diretor-geral da Rede Clube, atuou como diretor administrativo da Guadalajara, do Grupo Claudino, e fez parte da direção do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas).

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web