Piauí

Dudu critica Prefeitura de Teresina por descaso com ônibus clonado

O vereador solicitou a presença de representantes do Setut e da Strans para tratar situação dos ônibus na capital e qualidade do transporte.
14/09/2019 08h05 - atualizado

A Câmara Municipal de Teresina decidiu não aceitar o requerimento apresentado pelo vereador Dudu (PT) que solicitava a convocação de representantes do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Setut), para fornecer esclarecimentos acerca do transporte público na capital. A solicitação acabou sendo rejeitada pelos vereadores da Casa durante uma sessão plenária ocorrida na quinta-feira (12).

Nessa segunda-feira (09) a Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na capital, um ônibus coletivo que apresentava emplacamento adulterado, mediante o ocorrido o parlamentar propôs uma ampla discussão sobre a situação de ônibus clonados e a frota envelhecida em circulação na cidade de Teresina. Após ter tido requerimento negado, Dudu criticou o descaso da Prefeitura Municipal em fiscalizar com rigor os veículos que realizam o transporte de passageiros na cidade.

“Estamos falando de um ônibus que foi apreendido por ser clonado e possuía documentos falsos. Já pensou se acontece algum acidente com os usuários desses ônibus? O poder público não está somente negligenciando, mas também permitindo que, com o dinheiro público, se faça uma mazela dessa magnitude.  Enquanto isso, a Strans é eficiente somente para multar e arrecadar fortunas da população. Ainda existem vereadores afirmando que não é papel da Strans fiscalizar alguém que recebe uma concessão pública”, criticou o vereador Dudu.

Durante a sessão, ele apresentou ainda um outro requerimento solicitando informações ao Setut e à Strans sobre a frota do transporte público rural, o documento foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares. “Necessitamos saber informações sobre a documentação, quantos ônibus realizam os serviços e a dívida que a gestão tem com o Setut e vice-versa”, alegou.

Mais na Web