Política

"É injusto para o trabalhador", diz Enzo Samuel sobre transporte

O vereador explica que a melhor solução para resolver o problema do transporte público de Teresina é uma nova licitação.
21/10/2021 15h25 - atualizado

Na manhã desta quinta-feira (21), o vereador Enzo Samuel (PDT) disse que a melhor solução para resolver o problema do transporte público de Teresina, é romper o contrato e realizar uma nova licitação.

O parlamentar explica que não defendia essa tese dentro da CPI, mas que a cada dia é possível perceber que os empresários não estão cumprindo os acordos e a população continua sem ônibus.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraVereador Enzo SamuelVereador Enzo Samuel

“Parece que a única medida que vai resolver esse problema é a ruptura desse contrato, coisa que eu mesmo não defendia inicialmente dentro da CPI, mas a cada dia que vai se passando, a gente ver que os empresários estão brincando com o usuário do sistema de transporte, a população está sofrendo e a gente não encontra uma solução”, disse.

O vereador declara que espera que a situação se resolva logo e que se não for possível resolver no diálogo, que seja rompido o contrato com as empresas e contratadas novas que possam atender a população.

“Eu espero que isso possa ser resolvido o quanto antes através de diálogo, mas se não for possível, então que se rompa o contrato, coloque-se empresas na cidade que queira trabalhar, que queira operar e que queira ofertar um serviço de qualidade à população de teresinense”, ressaltou.

Enzo Samuel acredita que está faltando humanidade para a resolução do problema e pontua a atual situação dos teresinenses que dependem dos ônibus diariamente.

“Eu acho que está faltando essa questão de humanidade, de pensar no usuário que está sofrendo no dia a dia, na parada pegando sol, sem ônibus, sem condição de trabalhar, o dinheiro que ele trabalha, ele está gastando todo com transporte, então é uma realidade que Teresina vem sofrendo e de forma cruel. É injusto para o trabalhador, trabalhar para no final do mês só pagar transporte, a gente precisa apresentar uma solução o quanto antes para isso”, pontuou.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web