Piauí

É um momento muito difícil na segurança pública, diz Carlos Augusto

O deputado estadual e ex-comandante geral da PM do Piauí comentou sobre a morte de três policiais militares ocorridas nas últimas semanas.
06/08/2020 06h30 - atualizado

Nesta quarta-feira, 5 de agosto, o deputado estadual e ex-comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Carlos Augusto (PL), falou em entrevista coletiva sobre as mortes de policiais ocorridas no estado nas últimas semanas.

Na opinião do deputado, a segurança pública está passando por um momento muito difícil no Piauí e que a situação se agravou por conta de medidas tomadas pelo Poder Judiciário devido à pandemia.

“Nós avaliamos que esse é um momento muito difícil para o sistema de segurança pública. Eu comandei a Polícia Militar durante três anos e vivi essa angústia de ter policiais mortos. Nessa pandemia, tem uma gravidade que é importante a gente repassar para a sociedade que foram mais de 600 presos soltos. Os que assassinaram o policial na zona Norte, tinha menos de uma semana que a Justiça tinha colocado eles nas ruas”, comentou.

  • Foto: Kelvyn Coutinho/ViagoraCoronel Carlos Augusto (PL).Coronel Carlos Augusto (PL).

Para Carlos Augusto, o retorno de criminosos às ruas representa um risco não só para os policiais, mas para todos os cidadãos.

“São criminosos que têm fichas extensas de crimes, fazendo a sociedade de vítima. Quando saem do presídio, a profissão deles é roubar, matar, furtar. A nossa revolta realmente é por saber que essas pessoas deveriam estar presas, que o presídio é o lugar de assassino, ladrão, assaltante. Vejo pessoas tentando culpar A, B ou C. Não existe um culpado. É um sistema que permite que essas pessoas retornem às ruas rapidamente e faça vítima o cidadão de bem, inclusive nós [militares] também temos nos tornado vítimas. Foram três policiais mortos nos últimos 15 dias, assassinados durante tentativa de assalto, de forma covarde, por pessoas que têm ficha criminal extensa que deveriam estar dentro dos presídios”, declarou.

Mais na Web