Política

"Ele é uma pessoa má e vingativa", diz Regina Sousa sobre Moro

A vice-governadora afirmou ainda que o Ministro Sérgio Moro "foi para o governo para destruir o PT".
10/01/2019 06h50 - atualizado

A vice-governadora do Piauí, Regina Sousa falou sobre a situação do Partido dos Trabalhadores (PT) atualmente perante o cenário nacional, após as eleições 2018 e afirmou que a Operação Lava Jato foi uma caçada ao ex-presidente Lula.

Regina Sousa negou durante entrevista ao Viagora que o PT esteja fragilizado e disse que o partido tem vida própria e é a maior bancada do congresso.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraVice-governadora Regina Sousa (PT)Vice-governadora Regina Sousa (PT)

“Eu acho que todo mundo que perde uma eleição fica um pouco frágil, principalmente quando ele é protagonista da oposição, mas hoje, o partido não está fragilizado, primeiro que o PT teve 44 milhões de votos na eleição, segundo que o PT tem vida própria sendo o único partido que todos os dias tem atividades. O PT fez 56 deputados é a maior bancada do Congresso, podia estar melhor se tivesse ganho, mas vamos continuar fazendo a oposição e não vamos torcer para destruição do Brasil, o que o novo presidente fizer de bom vai ser aplaudido”, disse a vice-governadora

Sobre Lula, preso desde 7 de abril de 2018 em Curitiba, Regina Sousa afirma que o ex-presidente é inocente e que não existe nenhuma prova contra ele.

“O Lula é inocente, cadê as provas contra o Lula. Convicção todo mundo pode ter agora para convicção ser verdade tem que ter prova, condenar uma pessoa sem prova é o maior absurdo. E agora as coisas estão se encaixando bem, mostrando que realmente a Lava Jato foi uma caçada ao Lula e consequentemente uma caçada ao PT”, afirmou Regina.

 A vice-governadora fez ainda duras críticas ao Ministro da Justiça Sérgio Moro. “O Moro foi para o governo para destruir o PT, não tenho a menor dúvida disso, pode ver as ações dele, já proibiu o Coaf de divulgar movimentação financeira, mas na hora que tiver alguém do PT com movimentação estranha ele vai divulgar, como ele vazou os grampos da Dilma e Lula. Ele virou um deus porque a população brasileira necessita de deuses, mas ele é uma pessoa má e vingativa, e eu não sei o que o PT fez a ele. Ele sempre foi mais político, ele abriu mão de ser juiz, então quando ele terminar, ali a carreira dele vai ser política”, disse Regina Sousa

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web