Política

Elmano celebra prorrogação do auxílio emergencial até dezembro

O senador comemorou a prorrogação do benefício por mais quatro meses, anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro na manhã desta terça-feira (1º).
01/09/2020 15h10 - atualizado

Nesta terça-feira, 1º de setembro, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro, no valor de R$ 300 no lugar dos R$ 600 pagos nas primeiras cinco parcelas.

O senador Elmano Férrer (Podemos), vice-líder do Governo no Senado, celebrou a prorrogação do auxílio emergencial por mais quatro meses. Para ele, houve um esforço do Governo Federal para prorrogar o benefício.

“O auxílio emergencial é o maior programa de assistência que esse país já viu. O Governo Bolsonaro investiu até agora R$ 185 bilhões. São mais de 67 milhões de beneficiados no país, sendo 22 milhões na Região Nordeste. No Piauí, mais de 1,3 milhões de pessoas receberam o benefício, significa 40% da população do estado”, destacou.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraSenador Elmano FérrerSenador Elmano Férrer (Podemos).

Elmano Férrer cita o estudo do economista Écio Costa, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que revela que o impacto do benefício no PIB piauiense é de 7,92%. “Este percentual só perde para o do Maranhão (8,55%). E o cálculo não leva em conta as quatro novas parcelas”, comentou.

Segundo Elmano, o número de beneficiados no Piauí é bem maior do que o de trabalhadores com carteira assinada no estado. “No Piauí, para cada grupo de 10 trabalhadores com carteira assinada, existem 44 pessoas recebendo o auxílio emergencial. Em tempos de pandemia, o auxílio emergencial é responsável por salvar milhares de vidas”, disse o senador.

Mais na Web