Polícia

Empresários de Barro Duro são presos suspeitos de vender carga roubada

A prisão dos empresários aconteceu nessa segunda-feira, 6 de julho. Juntamente com os suspeitos, foi apreendida uma carga de 16 caixas de óleo de cozinha, roubada no Maranhão.
07/07/2020 13h04 - atualizado

Nessa segunda-feira, 6 de julho, a Polícia Civil do Piauí prendeu dois empresários de Barro Duro, identificados pelas iniciais A.E.R.S. e C.J.T., suspeitos de comercializar parte de uma carga de óleo de cozinha que havia sido roubada na cidade de Pedreiras, estado do Maranhão.

De acordo com informações divulgadas pelo delegado Diego Paschoal, titular da Delegacia de Água Branca, uma investigação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) descobriu que uma parte da carga de óleo roubada no Maranhão estaria em poder de dois empresários de Barro Duro, donos de mercados na cidade.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilCarga de óleo de soja que foi roubada no Maranhão foi encontrada em poder dos empresários.Carga de óleo de soja que foi roubada no Maranhão foi encontrada em poder dos empresários.

Os policiais então montaram uma operação para chegar até os suspeitos, que foram presos em flagrante delito e podem responder criminalmente pelo crime de receptação qualificada. Durante a ação, foi apreendida uma carga de 16 caixas de óleo de soja, cujo número de lote era igual ao da carga roubada no Maranhão.

Os empresários então foram detidos e encaminhados para a Delegacia de Barro Duro, para realização dos procedimentos legais cabíveis. A ação é um desdobramento de uma operação deflagrada pelo Greco no último dia 24 de junho, que culminou na prisão de quatro empresários, durante cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão nas zonas Norte e Leste de Teresina.

Mais na Web